-A PALAVRA É VIVA. DÊ UMA CHANCE A ELA!

-A PALAVRA É VIVA... DÊ UMA CHANCE A ELA!

 

Uma pessoa, com um Novo Testamento nas mãos, sabendo ler e tendo bom coração, não precisa de quase nenhuma ajuda para entender, especialmente se não tiver algum religioso por perto para explicar.

 O que mais atrapalha na leitura da Bíblia, depois do fato que as pessoas não sabem ler; digo ler mesmo — é a “explicação dos interpretes oficiais”.

 Papai creu lendo sozinho o livro de Hebreus, e cresceu na fé e no conhecimento apenas lendo a Bíblia!

 Meses depois é que começou a ler os teólogos reformados, mas nunca de modo acrítico. Chegava mesmo a dizer: “Que pena! Homens tão eruditos, mas sem fé e sem entendimento espiritual!”

 O fato é que o espírito Católico antigo, que proibia a leitura da Bíblia e que assegurava que os “leigos” não conseguiriam entender a Bíblia lendo-a sem “assistência”, continua vivo, não como proibição à leitura da Bíblia, mas sim como a crença generalizada entre os “crentes” que, sem um sacerdote, pastor ou entendido, ninguém consegue ler e entender a Bíblia sozinha.

 Assim, Bíblia sem comentário é bobagem!

 E mais:

 As pessoas não lêem mais a Bíblia, preferindo ouvir alguém falar [supostamente] sobre um texto e explicar.

 Desse modo, proliferam os livro-Bíblia, mas o povo fica cada vez mais ignorante da Palavra!

 Todos têm Bíblias; Bíblias de todos os tipos, com todas as letras, e com todo tipo de comentário. Têm a Bíblia, o livro, mas não o lêem; e, quando o fazem, quase sempre é seguindo alguma cartilha ou manual.

 Neste ano de 2011 tenho uma proposta a fazer a você:

 Leia o Novo Testamento várias vezes este ano!

 Leia sozinho; sem ajuda; sem comentário; sem livro de apoio; sem “doutrinação”; sem a indução de um “interprete”...

 Sim! Faça isto; e, depois, me diga se você não cresceu sozinho tudo o que antes era algo ainda distante ou desconhecido por você!

 Não deixe que o gargalo da religião e de seus controles e induções impeçam sua compreensão simples da Palavra.

 João disse:

 “Vós tendes a unção que vem do Santo, e não precisam de que ninguém ensine a vocês!”

 A leitura da Escritura, acompanhada de um coração simples e cheio de fé, entende sempre; e, quase sempre, melhor do que os teólogos cultuadores de conflitos e de informações áridas e divorciadas da simplicidade da fé em Jesus.

 Dê uma chance simples ao Espírito Santo de ser seu Mestre da Palavra!

 

 Nele, que é a Palavra e é sua chave de interpretação,

 

 

Caio Fábio