-AUTO-ENGANO: O PIOR INIMIGO DE TODAS AS CURAS RELACIONAIS...

-AUTO-ENGANO: O PIOR INIMIGO DE TODAS AS CURAS RELACIONAIS...

 

Quando a alma está em fuga da verdade, os primeiros sintomas são de negação, depois de transferência para outros, e, depois, de ódio por alguém que se pareça com o objeto de nossa negação; e, em havendo persistência, a pessoa se inimizará em relação a todo aquele que tente lhe abrir os olhos...

Existem fugas da verdade em relação a nós mesmos; ou em relação a quem amemos e não estejamos querendo enxergar em seus defeitos ou doenças de alma e caráter; ou em relação a quem quer que gostemos e que tenhamos idolatrado...

O pior auto-engano é aquele que se instala em nós como negação do que esteja acontecendo com a gente...

O segundo pior é aquele que nos faz negar que algo ruim esteja sendo feito e praticado por quem quer que amemos...

O terceiro pior auto-engano é aquele que nos faz transferir para outrem aquilo que deveríamos tratar com o implicado; mas que nós negamos para nós mesmos que seja aquilo mesmo que esteja acontecendo..., apenas porque tememos que a verdade desconstrua a pessoa ante os nossos olhos...

O quarto pior auto-engano é quando alguém que julguemos que nos deve algo, e que nos ama o suficiente para não nos deixar no engano, e nos diga o que é..., o que de fato está acontecendo...; ou seja: como são as coisas... Então, tal pessoa torna-se objeto de nossa antipatia; ou, então, dizemos que a pessoa não gosta da outra, simplesmente por que diz o que se não quer ouvir e ver...

O fato é que o auto-enganado que se veja como lúcido e verdadeiro, é a pior pessoa para sair do auto-engano uma vez que tenha cedido a ele...

Sim, pois tais pessoas fazem malabarismos mentais e históricos para fazer de conta que o mal vem de fora, vem de outro; ou está na cabeça dos que dizem..., mas que pelo auto-enganado não são ouvidos...

Eu só conheço um modo de acabar com o auto-engano: reunir os implicados; tratar nos olhos; ver quem diz a verdade; observar quem sustenta os fatos...

Entretanto, quem está no auto-engano não quer “acareações” na verdade...

Nem tampouco aquele que engana alguém que se auto-engana pelo amor e pela afeição..., não se dispõe a tirar nada a limpo na cara e direto...

Não! Tal pessoa opta pelas relações públicas individuais; um a um; tentando sempre dissimular; e nunca enfrentando os fatos; posto que saiba que não teria como sustentar sua dissimulação diante de quem já percebeu e viu...

Quando vejo gente dizendo coisa de gente em família, mas ninguém querendo enfrentar os fatos, para mim que fui criado com tudo sendo tratado na cara, não há como não pensar que um grande sistema de deliberado ou cultural auto-engano esteja em curso...

O pior é que deixar assim é a receita para as separações, para as suspeições; e, sobretudo, para a prevalência da mentira; sim, daquele que não quer trazer tudo ante aqueles que dizem: Não é assim...

Ora, alguém que ame quem engane ou dissimule, e que por isto se auto-engane a fim de não tratar do assunto com quem assim procede, não apenas se fará muito mal, mas fará mal a todo aquele que apenas almeje o bem na verdade; e, sobretudo, fará mal ao próprio individuo o que engana e dissimula, pois, sem confrontação nunca há cura.

Ao contrário, o que dissimula e seduz vai aumentando seu compromisso com a sedução como arte de enganar...

Ora, tal coisa destrói o caráter...

Em Jesus a recomendação é simples e universal:

1.    Se teu irmão pecar contra você, vá ter com ele; se ele ouvir você, você ganhou o seu irmão;

2.    Se, porém, ele não der ouvidos, leve mais um ou dois..., gente de confiança...; e chame o irmão à verdade; se ele ouvir você, você ganhou o seu irmão;

3.    Se, porém, ele não ouvir..., leve o caso a um grupo maior, ao qual ambos pertençam, seja a família, a empresa, negócio ou a Igreja; se ele ouvir você, você ganhou o seu irmão;

4.    Se, porém, ele não ouvir, considere-o como alguém que está em fuga da verdade; que decidiu fazer de seu erro a sua ideologia.  

Nesse caso, é deixar...

Deus cuidará dele...

O que não pode acontecer é que não haja mudanças em relação a ele. Sim, a pessoa tem que saber que não terá o patrocínio de ninguém para que viva no engano que deseja fazer passar por fato e razão...

Até hoje somente conheci uma pessoa que não lutou contra a verdade depois que conheceu Jesus. Sim, fosse em relação ao filho mais amado, ao neto mais amado, ao amigo mais amado, e, sobretudo, com relação a ele mesmo: o meu pai...

Todos os demais, mesmo os mais amantes da verdade, são seletivos até onde vão com as implicações da verdade...

Pena! Sim, pois quem ama o suficiente para dizer que não gosta do que alguém faça contra o fluxo da verdade, da vida e do bem comum, esse ama muito mais do que aquele que esconde e que faz de conta que tudo está bem...

Se o que digo servir para alguém, que se faça bom proveito!

 

Com amor Nele,

 

Caio Fabio.