-FÉ QUE MESMO NADA SABENDO NÃO SE ENGANA!

-FÉ QUE MESMO NADA SABENDO NÃO SE ENGANA!

 

A fé é certeza sem as certezas humanas.

 

Sim! A fé é a certeza contra as certezas!

 

A fé não precisa saber tudo. A fé sabe e confia em Quem tudo sabe!

 

A fé está aberta a tudo o que seja verdade e fato. Mas não se deixa condicionar por nada, pois o melhor conhecimento humano é sempre muito em parte, e, frequentemente, aquilo que hoje é inquestionável pelas certas-certezas humanas, amanhã se mostrará verdadeiro apenas em parte.

 

Einstein soube disso até morrer!

 

Ora, ele mesmo viu que verdades da Física eram sempre acrescidas de outras verdades contraditórias entre si, porém, inegáveis. Daí ele ter buscado a Teoria de Todas as Coisas, que seria a fórmula de conciliação de tudo.

 

Obviamente não conseguiu! Afinal, sem fé não se encontra tal fórmula.

 

A fé crê. A fé aceita o revelado. A fé transcende a tudo.

 

Por isso, quando não entende, o homem de fé entende que é normal não entender!

 

No entanto, a fé é baliza, é porta, é vereda, é rumo, é norte existencial.

 

Por isso, a fé não se confunde mesmo quando não sabe dizer a razão, pois na fé existe um tino de verdade que transcende as lógicas.

 

Por isso sem fé é impossível agradar a Deus, pois sem fé sobra apenas aquilo que agrada aos homens — ora, isso não é suficiente nem para a vida e menos ainda para a morte!

 

Assim, oro:

 

Senhor! Aumenta a minha fé!

 

Em Ti,

 

 

Caio Fábio.