-JESUS CRISTO GOSPEL PEDE ORAÇÃO!

-JESUS CRISTO GOSPEL PEDE ORAÇÃO!

Quando eu ia nascer um anjo visitou minha mãe e disse que eu era o Filho de Deus. Depois ela foi visitar uma prima e o Espírito Santo fez o neném de minha tia saltar de alegria por minha causa. Sou um predestinado, aleluia!

Quando nasci vocês precisavam ver: Era mago para lá e pra cá; ouro, incenso, mirra; um coral de anjos lindos, cantando uma música divina, e até uns pastores de ovelhas ouviram e foram me adorar.

Mas a minha importância não parou aí. Até Herodes tremeu, aleluia! E mandou matar criancinhas para ver se me levava junto; mas um anjo me salvou.

Quando voltei tive que ficar quieto e aprender aquele oficio básico, que era só um disfarce; pois, eu fiz as florestas, já me imaginaram de carpinteiro? Isso acabou me prejudicando hoje em dia; pois agora todo mundo diz: “Ali vai o carpinteiro!” Vê se pode?

Eu mal esperava a hora de me mostrar ao mundo...

Quase o diabo me levou nas propostas que me fez, mas eu sabia que se aceitasse aquilo não viraria “Deus” pros outros. Então, agüentei firme.

Então, quando me soltei... foi cura pra todo lado.

Eu adoro ver o povo me ver, me desejar, me procurar, me implorar... Eu me sinto tão útil. Mas é verdade que a vida de meu primo João eu não queria pra mim. Deus sabe e me poupou de tal sorte sem sorte.

Já salvei casamentos com meu poder de fazer água virar vinho (e já sabia que podia, pois vinha tentando fazia tempo). Foi fundamental para estabelecer minha credibilidade.

E as outras coisas?

Naquele dia dos cinco pães e dois peixes foi o máximo. Liberei meu maior potencial até então. Mas acalmar ventos e ondas? Ah! Foi o máximo. E quando andei sobre as águas? Ver aqueles discípulos me chamando de Filho de Deus!... Ah! Se César tivesse ouvido! Mas vai chegar a hora dele...

Amém ou não amém irmãos?

Quando abri os olhos ao cego de nascença nem eu acreditei. Foi demais minha gente. Só Deus mesmo. Quer dizer: Só eu mesmo!

Lázaro, todavia, foi a glória. Quem dera todo mundo tivesse visto. Mas abafaram o caso. Que pena. Era a minha chance. Os invejosos do meu poder quiseram me matar...

Agora eu estou aqui, na casa de Caifás, esperando a decisão deles!

E as 12 legiões de anjo não aparecem...

Já pedi ajuda a Nicodemus e José de Arimateia. Mas parece que Judas está tentando algo. Espero que não mude de idéia.

Aqui neste poço da casa do Sumo-Sacerdote de Israel está me dando um grande arrependimento de não ter pelo menos atendido ao convite dos gregos e ter mudado para Edessa.   

O mundo merecia me conhecer. É um absurdo minha vida acabar assim.

Mas eu tenho um segredo:

Escrevi um livro contando tudo; se me matarem o livro vai sair; aí todo mundo vai saber quem sou; pelo menos a História vai saber.

É uma pena! Mas eles não souberam me usar. Agora estou aqui, sem esperança para o futuro.

Minha esperança é que Gabriel apareça, ou que Miguel venha. Se não, a Cruz. Mas isso está amarrado em meu nome.

Cruz? Que Cruz! Eu determino que não haverá Cruz. Sou Filho de Deus. Ele me honrará e não deixará que eu morra a morte do ímpio.

Tenho que parar...

Eles estão vindo...

Orem por mim...

Façam um clamor para o Pai me poupar da Cruz!

Isso não é morte para o Filho do Rei!

Uma corrente, gente... Façam uma corrente!...

J.C. Gospel

 

322 Depois de Mim.