-SAL INSÍPIDO... COMO RESTAURAR O SABOR?

-SAL INSÍPIDO... COMO RESTAURAR O SABOR?

Disse Jesus: Vocês são o sal da terra que a torna suportável. Se perderem seu sabor, que acontecerá ao mundo? Vocês mesmos serão jogados fora e tratados como coisa sem valor. S. Mateus 05:13. (tradução Bíblia Viva)

Já pensou se uma dona de casa fosse ao Supermercado e comprasse um Kg. de sal, ao chegar na sua cozinha, o colocasse todo numa panela em qualquer alimento; e tivesse a surpresa do mesmo não salgar?

O que vou dizer parece até uma nota fúnebre: “é com muita tristeza em  minha alma que eu tenha que escrever o que passo a fazer agora”. Gostaria muito não fosse necessário. Porém tenho que ser fiel a palavra de Deus, em defesa da fé genuinamente cristã.

A que nível chegaram a maioria das lideranças evangélicas no Brasil. Uma tristeza, profunda tristeza! Nunca jamais imaginei nestes meus mais de 50 anos no segmento evangélico, que a decadência de caráter deles chegasse a esse  ponto lastimável, (com exceções é claro). Estão infelizmente no topo, aos holofotes, principalmente na mídia; arrebatando multidões.

Porém na condição de um homem de Deus, não posso me omitir diante dos fatos. (Omissão é pecado).

A declaração de Jesus no texto acima, no maior sermão dele em minha opinião, (o da montanha); é sem dúvida, uma descrição profética do que está acontecendo em nossos dias.

Jesus disse ainda em outro momento do seu Ministério, quando esteve aqui na terra; que ele é a porta e o caminho estreitos. Acontece que o segmento evangélico já vem há muito tempo  tornando-se cada vez mais uma porta tão larga, que hoje por ela passa tudo. Até famosos (as) que nesses dias de carnaval, estão se exibindo nos trios elétricos e carros alegóricos dessa festa pagã e perniciosa para a nossa sociedade. No caso as do sexo feminino (seminuas) e seus “pastores” em total conivência, porque se trata de pessoas que entregam em suas denominações um dízimo de valor monetário expressivo.

Conheço pessoalmente empresários que usam o microfone da igreja,  sob aplausos, testemunhando prosperidade. Vi e ouvi depoimentos de pessoas, pagando em dinheiro na igreja, votos que fizeram supostamente a Deus; por passarem ilicitamente   com mercadorias contrabandeadas, sem serem notadas pela fiscalização. E outros casos, de pessoas que foram subornadas por   “pastores”, para darem depoimentos inverídicos; como o caso da mulher que teve a sua virgindade restaurada, por uma oração que teria recebido numa dessas igrejas; e isso contado na TV em horário nobre. Como subestimam a inteligência das pessoas!

E se falarmos dos “pastores” que estão envolvidos com políticos corruptos, beneficiados por empregos fantasmas (nepotismo), para eles, pessoas das suas respectivas famílias e seus fiéis; num clientelismo vergonhoso, crimes de tráfico de influencia, acordos espúrios, etc., etc.

Como será a prestação de contas no dia do Juízo Final, quando a Bíblia diz que esse dia vem ardendo como fogo que não se apaga, contra os filhos da desobediência; pois estão usando indevidamente o nome de Deus e do Evangelho em proveito próprio.

Que tal compará-los a história de vida de Gandhi?

Se os “homens de Deus” que deveriam salgar grande parte da nossa sociedade, que está caindo aos pedaços de podre na corrupção; estão nessa situação! O que será do futuro do nosso País?

Ainda bem que não são todas as lideranças evangélicas em nossa nação, que se dobraram ao “deus mamon”. Existem lideranças sérias, de caráter, íntegras e acima de tudo, “tementes a Deus”; que não têm nenhuma vocação mercantilista, porém afirmo com toda a certeza, são raros. Louvo a Deus pelas suas vidas, e oro para que não se envaideçam e caiam na tentação do poder, como caiu Lúcifer; no entanto, milhões têm caído ao nosso redor em desgraça; apesar de estarem na mídia fazendo “sucesso”.

Felizmente nem tudo está perdido!!! Há uma luz no fim do túnel!

Deste simplesmente servo de Deus, que não quer pecar por omissão!

Pb. Ginaldo Américo dos Santos.