-TRÍZIMOS, ÁGUA MINERAL E OUTRAS BOBAGENS EVANGÉLICAS

-TRÍZIMOS, ÁGUA MINERAL E OUTRAS BOBAGENS EVANGÉLICAS.

 

Costumo dizer que, quanto mais me esclareço em Cristo, mais confuso fico. Sinto-me diferente dos que se dizem mais crentes do que eu, e me recuso a compartilhar de certas tolices.

 

Quanto eu aceitei seguir o Mestre como meu Senhor, me discipularam que existia um tipo de oração que Deus sempre respondia: A oração que pede Sabedoria, que Deus dá a todos sem restrição e abundantemente. Quem me conhece agora pensa que nunca fiz essa oração, mas creia: Já consegui ser muito mais idiota. Creeeeeeia! rss.

 

Assim como a mensagem sobre a Graça de graça, (que fala do homem-Deus que morre para dar vida em abundância a muitos, e é o que realmente transforma o homem), cede, cada vez mais, seu tempo para a importância da coleta de dízimos e ofertas, o tempo de orar a Deus, pedindo sabedoria ,dá lugar a satisfação imediata dos acordos "toma-lá-dá-cá", quando você ganha um brinde divino por ter depositado seu dízimo e/ou oferta nessa ou naquela igreja.

 

As pessoas aceitam que outras digam que determinada água - potável ou não - seja tomada como um elixir mágico, onde Deus está contido, sem pensar em nenhum momento em que absurdo estão colocando a sua fé.

 

Diariamente, toda essa cerimônia é transmitida: vários homens de joelhos, imagens de paisagens e flores, uma música suave ao fundo, um tom embargado na voz de quem tem claramente o interesse óbvio em aumentar a arrecadação e adquirir sua emissora de TV. Com certeza, se perguntarmos, é em prol do Reino. Resposta fácil.

 

O povo vê, e aceita. Precisam daquela mágica. O marketing da água encantada permanece, apesar de tantas denúncias, não feitas apenas por pessoas não ligadas a Igreja. É feita por crentes, denunciada aqui e em várias fontes de divulgação.

 

A impressão que se tem é que existe medo. Medo dos órgãos responsáveis em denunciar e ter de lidar com ameaças de passeatas de milhares de afiliados dessas igrejas nas portas dessas entidades, ou um ataque futuro, quando eles já tiverem suas emissoras próprias (não estou "profetizando" nada); e as usarem a seu bel prazer, para levantar e derrubar quem quiser.

 

Uma vontade de que esses terremotos sejam o Início das Dores me invade, e que o Senhor esteja às portas, para desfazer essas iniqüidades, que deveríamos desfazer e não o fazemos. Uma saudade do por vir...

 

Autor: Zé Luis.