-VIVENDO A VERDADEIRA LIBERDADE!

-VIVENDO A VERDADEIRA LIBERDADE!

-VIVENDO A VERDADEIRA LIBERDADE!

Meditação: Vocês foram libertados do pecado e tornaram-se escravos da justiça. (Romanos 6:18)

Pensamento: A verdadeira liberdade se encontra na servidão a Cristo; não ao homem, mesmo que esse tenha o título de “pastor”.

Leitura: Romanos 6:15-23.

 

Mensagem: No dia 19 de junho de 1865, mais de dois anos depois de o presidente Lincoln ter assinado a Proclamação da Emancipação, um general americano entrou em Galveston, no Texas, e leu a ordem geral número três: "Informamos ao povo do Texas que, segundo uma Proclamação Executiva dos Estados Unidos, todos os escravos estão livres". Pela primeira vez os escravos daquele lugar souberam que já estavam libertos. Alguns ficaram chocados; muitos outros celebraram. O dia 19 de junho tornou-se conhecido como "Dezejunho" (dezenove de junho). Quase 25 anos depois da "Proclamação da Emancipação" obtida pela cruz de Jesus Cristo, Paulo escreveu uma carta aos cristãos de Roma. Alguns deles ainda não haviam entendido o que significava estar livre da escravidão do pecado. Eles pensavam que podiam continuar pecando, porque estavam "debaixo da graça" (Romanos 6:15). Por esse motivo, Paulo lembrou-os de seu estado em Jesus, chamando a atenção para um fato familiar: quando nos submetemos a alguma coisa, isso se torna mestre sobre nós (João 8:34). Cometer pecado nos coloca sob a escravidão do pecado. A outra opção é sermos escravos da justiça. Na realidade, a salvação significa uma mudança de senhorio. Assim como anteriormente servíamos ao pecado, agora estamos comprometidos com uma vida de justiça, por causa da liberdade que Jesus provê. Meus irmãos e irmãs, vamos nos tornar, na prática, aquilo que já somos em status: livres!

 

Fonte: Marvin L. Williams - Nosso Andar Diário